15 de novembro de 2008

Do nosso olhar




Eu olho, tu me olhas,
nos fitamos, apaixonamos
com olhar sublime, revelar
o que mais precisamos: amar

Terno olhar, que eleva paixão
sereno olhar que suspira poesias
mágico olhar que compõe melodias
romântico olhar que embala o coração

Eu expresso com o olhar
o que a minha boca não consegue falar
eu recito poemas, as quais meus dedos
não conseguem criar

Amoroso olhar, que ameniza dores
sincero olhar que abraça os queridos
olhar doce que transcorre como vento
apaixonado olhar que vela os amores

Eu olho, tu me olhas,
universos se abraçam
forças enfraquecem
só resta nós, pessoas que se amam

nos fitamos

voamos.





Aspas do Autor: É um poema que reflete o meu prazer em falar de sentimento e amor. Não é inédito, mas como creio que poucos leitores desse blog já tenham lido, fiz questão de postar aqui no "Elos". Já cheguei a publicá-lo num blog antigo que nem existe mais, onde escrevia contos e poemas. Na ocasião desse poema, eu vivia um amor imensamente belo e minha inspiração fazia-me voar. Quanto a este amor? Ainda rende saudades. Não só do olhar...
Também queria agradecer a todos que prestigiaram a história da "Pequena Sunshine" e teceram bonitos comentários e ponderações acerca do entendimento, do que aprenderam e sentiram. Pra mim é gratificante provocar uma sensação boa ao leitor. E essa história, confesso, me comoveu demais. Obrigado amigos. Grande abraço a todos.

27 comentários:

  1. Na maioria das vezes o olhar dispensa as palavras.
    Quem me conhece, sabe que falo mais com o olhar...
    Lindo poema...
    beijocas

    ResponderExcluir
  2. Que lindo poema ALF!!!!
    E é sim... Um olhar fala tanto... Significa tanto! E inspira tanto...


    Lindo mesmo!
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Ai, amei o poema.
    Realmente, ao amor, um dos meios de comunicação mais eficiente é o olhar.
    A maioria das coisas só ele pode dizer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre digo:

    Um olhar e um sorriso, é tudo.

    E pronto.

    (:

    Beijos, poeta.

    ResponderExcluir
  5. coisa de apaixonadinho. :)
    Vivias um grande amor, há de vive-lo novamente, mas dessa vez nao vai ser igual, vai ser melhor ainda! Com alguem diferente e que te digas tudo no olhar.

    espere e verás.

    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ala bucha Tchê,
    bah, baita poema, grande poeta.

    Sim, a hitória foi muito bem escrita e transmitida, que é o essencial, para nós leitores seu.

    Abraços irmão!!!


    Marcos Seiter

    ResponderExcluir
  7. anjo, parabens por esse talento tambem dom de Deus... como estou caindo de sono li apenas seu poema...mas amanha vou ler a historia viu?

    logo vou comentar
    beijos
    amo-te muito anjo

    ResponderExcluir
  8. O amor é sempre a janela para a alma...diz o que a gente tem medo, expressa aquilo que a gente não sabe falar!
    Seu poema é magnífico, escreves muito bem...
    Com sua permissão, voltarei mais vezes.

    =)

    ResponderExcluir
  9. Alf,

    Bom demais viajar com você nesses olhares. O começo é sempre tão bom né? Cheio de olhares, sorrisos e mistérios. Só isso e pronto. A gente fica leve como nuvem. =)

    Muuito beijo, querido!

    ResponderExcluir
  10. Ah,so o amor consegue estas coisas,ALF.

    Abração!!

    ResponderExcluir
  11. "Eu expresso com o olhar
    o que a minha boca não consegue falar."

    Vc eh mesmo um poeta inacreditável. um dos poucos que conseguem me traduzir.

    Um beijão.

    ResponderExcluir
  12. nossa que lindo...
    bem apaixonante mesmo!
    parabéns, querido Alf!
    boa semana!

    ResponderExcluir
  13. Alf, para quê falar se o olhar diz tudo?bjs e dias felizes, querido

    ResponderExcluir
  14. Meu Querido

    Obrigada por se fazer presente sempre.Mesmo longe,mesmo paenas por uma tela de computador.
    Obrigada por se importar viu!
    Qnto a como estou agora...Estou mais calma,certa de que o Pai não vai me deixar,Ele sabe tudo e Ele me ama então pra que temer?Já eu e o Bonito lá estamos meio assim...rs não sei como vai ficar não mais vamos ver!Ele ta do meu lado,ta me apoando e depois...Depois eu deixo nas mão de quem tudo pode!

    Um grande bjo e vê se não me enrrola pra responder o Meme hein!rs rs

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Alf, meu querido, um dia hás de viver novamente um grande amor, e farás versos maravilhosos, numa poesia cheia de ternura como é próprio do teu coração.

    Te deixo um raio de luar brincando nos teus sonhos e fazendo florescer os beijos que um dia darás no teu novo amor.

    Fica meu carinho na imensidão do céu.

    ResponderExcluir
  16. Se até a tez da nossa pele muda quando estamos apaixonados, imagine o que os olhos dizem, a janela da alma.

    Que bom gostou da premiacao do selo, foi mais que merecida!

    ResponderExcluir
  17. Realmente um lindo poema
    Foi legal, seu BLOG conhecer
    Sinto que valeu muito a pena
    Voltarei muito aqui, você vai vê!
    \O/

    ResponderExcluir
  18. com certeza, os olhares na maioria das vezes basta!

    ResponderExcluir
  19. Hunf (suspiro)...
    Na maioria das vezes o olhar dispensa as palavras...
    Se bem que às vezes palavras são dispensáveis, olhares, toques, sentidos, sentimentos...
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  20. lindoo mesmoo,
    amaar, ha amaar, lindoo verbo e de tao pura transpareciiaa,
    parabens pelo poema, hehe


    bejoo

    ResponderExcluir
  21. Olá Alexandre!Passei aki pra conhecer seu blog,lindo poema!Ah o olhar é algo encantador,hipnotizador.Os olhos são pra mim o espelho da alma.
    Parabéns pelo poema!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Caro amigo ALF,

    vou ficar aquí torcendo para que apareça um novo amor assim tão grande em sua vida, para que continue escrevendo poemas tão belos.

    Abraço enorme procê.

    ResponderExcluir
  23. Meu querido, reli alguns dos teus posts e me emocionei novamente com a sensibilidade da tua escrita.

    Amanhã estarei fazendo minha última postagem lá no Cartas, meu anjo! Tenho um longo caminho a seguir e devo 'encerrar' este ciclo. Não sei se volto a blogar, pois há uma incógnita no meu futuro. De qualquer forma quero que saibas que te levo comigo como uma das pessoas mais lindas que tive a oportunidade de conhecer neste mundo blogueiro. Tenho certeza de que teu futuro contém a realização de muitos dos teus sonhos e projetos. Aqueles que, por algum motivo, não se concretizarem, acredite meu anjo, é porque Deus tinha planos melhores para ti, pois tu és um filho muito especial aos Seus bondosos olhos de Pai.

    Se um dia eu voltar... tu me verás por aqui, com toda a certeza!

    Te deixo flores, estrelas, raios de sol e de luar, enfim, toda a natureza para enfeitar teus caminhos e inundar teus olhos com as belezas da Vida, enternecer teu coração com as benesses que colheres, e perfumar a tua alma com as rosas que tu mesmo plantaste no teu coração.

    Fica em paz, menino lindo, fica com Ele!

    ResponderExcluir
  24. Gostei do poema e do blog.

    Os olhos quando apaixonados, se encontram, algo mágico acontece.

    Abração

    ResponderExcluir
  25. ... passando à procura de atualização.

    Deixo abraço.

    ResponderExcluir
  26. Oi Alexandre!

    Vim por aqui passando ao calha, e me encontro num sitio lindissimo com palavras maravilhosas...

    Este poema esta lindo, simples, com ternura, tal como eu gosto! :D

    É a primeira vez que venho aqui ao seu cantinho mas nao sera a ultima!

    Adorei!

    Beijinhos grandes vindos do outro lado do oceano***

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!