Ainda sei te querer

19/06/2010




Eu não podia imaginar
Que tão cedo leria tuas letras novamente
Nem que o perfume impregnado na carta
Fosse me enlevar de forma tão veemente

O certo é que sorri fácil
Porque era impossível me enganar
Eu senti um imenso frisson no coração
Percebi a minha alma se agraciar

Tu ainda me comoves
E será pra sempre um elo na minha vida
Um elemento que me dá força e vibração
Um alicerce que me mantém no chão.

Não contenho minha alma desvalida
Aquela que no peito ainda te clama
Por um segundo não me vejo sem você
Perdoe-me querida, mas ainda sei te querer...






Aspas do Autor: Existem momentos em que o coração não nos deixa dúvidas, nem confusão, apenas uma certeza. Mesmo que não possamos compreender, nossa reação responde por nós. Há como, em alguns momentos nos enganarmos? Não creio. O amor na gente é espontâneo. Pra quem gosta do amor, deixo aqui mais dele para cada um. Meu afeto carinhoso à todos que me visitam. 

23 comentários:

Jana disse...

ah, eu adoro textos românticos. Adoro ler, adoro escrever quando consigo =P
Amei!
E as vezes a gente pensa que 'superou' algumas pessoas, mas quando elas retornam à nossa vida, o sentimento está mais forte e vivo que antes... é interessante!

Beijos!

Unknown disse...

Pensar que ainda quero,que ainda sonho,lembro...isso não me faz bem sabia?
Pensar que quero,mais não sou querida com a mesma intensidade,pensar que os meus sonhos não estão atrelados aos dele,lembrar que não devo ser lembrada da hora que me levanto a hora que me deito...isso não me faz bem!E ultimamente não adimito nem pra mim mesma que isso é acontece.Que ainda sei o querer.
Finjo,me engano,minto pra mim mesma...quem sabe se mentindo tanto,uma hora não acredito que a mentira é verdade?

Nina Vieira disse...

E a esperança de renovação é sempre existente. Ainda sabemos querer muito muitas pessoas emnossas vidas - e lutamos para sermosaceitos. Mas quando é que isso deixará de ser em vão?

Canteiro Pessoal disse...

Nossa, que lindo, de fazer chorar horrores.

Parabéns!

Priscila Cáliga

Hugo de Oliveira disse...

Belo, belo...gostei demais.


abraços
de luz e paz.

Hugo

Ataniel Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ataniel Santos disse...

Meu grande amigo,Alexandre!Como é maravilhoso lê os teus textos..A cada palavra você é capaz de expressar um sentimento tão puro, doce, sensível, agradavél e agraciado aos olhos de Deus..O amor sempre deve está presente na nossa vida, apesar dos problemas, das brigas e principalmente dos ciúmes é díficil não viver ao lada da pessoa que nos faz um bem enorme!Creio que logo poderei voltar a sentir novamente o coração pulsar de uma forma inexplicavél..

Obrigado pelo texto!Estava precisando ouvir isso!
Abraço.

Luck! disse...

é imperdoavel..
hehehhe
Esqueça, nada que foi merece voltar...
Isso só aconteceu uma vez ..!

Sibele disse...

Olá meu caro ALF!Sempre com belos textos e poesias que tão bme nos fazem.A o amor esse sentimento que todos conhecem e tão poucos conseguem descrevê-los em palavras.
Cuide-se!
Uma ótima semana!
beijosss

Umrae disse...

Lindo poema, mas essa situação (gostar de alguém que já nos esqueceu) é uma das coisas mais chatas por que a gente passa na vida... Mas é inevitável para a maioria, né?

Hahaha, foi um TCC de cada vez, não ao mesmo tempo (pelo menos isso), mas eles foram praticamente seguidos.
Concordo com tudo o que você disse. Isso me dá um medo absurdo. Sabe quando você percebe que aquelas coisas sinistras que aconteciam nas obras de ficção que você lia estão virando realidade? As notícias já são editadas depois de publicadas sem qualquer explicação, a la "1984". De "Admirável mundo novo" eu já vejo tanta coisa acontecendo no nosso mundo que nem cabe aqui para citar. Agora querem começar com essa coisa que a gente vê nos animes, de meninas-robô perfeitas fabricadas para oferecer amor incondicional (você viu a segunda notícia, né?). Por que não imitam o que é bom na ficção, só o que é absurdo? Ou será que não entenderam que os autores estavam tentando nos alertar?

Bjos

Gabi disse...

acho lindo sentimentos que se guardam para depois brilharem novamente (:

obrigada por suas palavras sempre presentes por lá.
bj.

Larissa disse...

Gosto quando essas certezas aparecem, trazendo-nos mais felicidade.

Mas tamanha felicidade fiquei de saber que minha escrita tanto lhe agradou. Não sei nem o que dizer depois de tantos elogios. É bom saber que minha leitura agrada-te, assim como a sua também me agrada.

Tenha uma ótima semana.
Um beijo.

H L disse...

"E será pra sempre um elo na minha vida"

espero que um dia esse elo represente apenas um elo com meu passado, um elo com apenas lembranças...só!

um beijo.

belo blog
*-*

Rebeca Amaral disse...

o problema é quando esse querer nos consome. ou quando é um querer impossível.
ao invés de felicidade só nos trás amarguras.
por isso eu tenho muitas dúvidas.
medos.
o amor é traiçoeiro, meu bem. muito traiçoeiro.

beijos, e desculpe a minha falta contigo.
adoro você!

Unknown disse...

To com saudade de você. Onde ponho ela?
Bem, pelo menos tem o o Elos com as suas palavras mágicas para me consolar.
Fique bem querido, uma ótima semana para você.

Unknown disse...

Te quero... te quero... e te quero...
Sempre quero mais...
E sempre acho por aki
Meu poeta de alma sincera...
Bjo enorme
=)

Poemas e Cotidiano disse...

Alf,
Que poesia linda...terna, e vindo de voce sei que eh mais do que verdadeira.
Sua transparencia me encanta. Porque voce sabe fazer das palavras um buque de ternuras, com lacos de verdade.

Um beijo carinhoso desta que te adora
Mary

Autora disse...

Então ainda existe amor,e onde há amor,há esperança,há afeto.Uma carta sempre guarda boas recordações e sentimentos magníficos!

Sibele disse...

Olá,querido!Passei aqui na esperança de uma atualização,mas como ainda não teve fico no aguardo.
Um ótimo começo de semana!
Cuide-se!
Beijosss

:: Mari :: disse...

Que lindo texto, terno, profuno e verdadeiro.

Agradeço o carino que deixou no blog... e te respondendo, realmente o que a saudade causou o reencontro foi com estilo e muito amor.

Bjos

:: Mari :: disse...

Alexandre, desculpe minha falha imperdoável.
Foi pura falta de tenção, mas já corrigi tudo.
Espero que você me perdoe.

Outro bjo

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

lindo o poema
amor palavra pequena mas valiosa
podemos crer que ele existe ,mas alguem um dia nos amou primeiro, desde o ventre de nossa mae
e esse amor e eterno e incondicional
um amor verdadeiro
obrigada
amo seus comentarios
abraço com carinho

Maria disse...

oi poeta. que coisa terna! se é tudo lindo, o negrito do final se justifica. muito belo!

beijos doces