12 de dezembro de 2009

Suspiro...





Sinto que as sensações penetrantes, nos últimos tempos, têm sido fugazes. Fugazes demais. Quero finalmente sentir a brisa percorrendo pelos dias da minha vida. Quem sabe possa finalmente deixar escapar por entre meu sorriso o leve prazer de libertação. Não apenas momentânea, mas crescente. A intensa reflexão que faço agora dos meus últimos dias, me traz a nítida impressão de que fiquei enclausurado dentro – não sei se é o termo correto – de uma “bolha”.

Porém, não escondo a importância desses dias em que fiquei concentrado e focado nos deveres. Também não quero mentir e dizer que isso foi bom. Foi de certa forma angustiante. Com certeza cansativa. A necessidade em terminar a faculdade me rendeu muitas horas de desassossego, diante das responsabilidades. Mas foi um árduo período em que obtive o resultado esperado. A sensação de alívio não tem preço.

Sinto-me leve, mais aberto e pronto para novos desafios. Dessa forma estou inteiramente livre para sentir por completo a vida ao meu redor. Antes tudo parecia desfocado, agora, porém, bem destacado. Não posso mais desviar de certas coisas. Não posso apenas virar os olhos para o canto e usar a velha desculpa das responsabilidades. Por enquanto estou só comigo mesmo, sem muitas opções e tarefas. Não conto o trabalho, afinal, continua fazendo parte da rotina do meu cotidiano.

O fato é que agora sinto na totalidade a leve brisa da tranquilidade, que perpassa todo dia por mim. Talvez as coisas, que antes eram mínimas, tenham nesse momento, a devida importância. Tenho certa ansiedade em saber o dia de amanhã. Apesar de não fazer planos, fico esgueirando um pouco o futuro para quem sabe conseguir visualizar quais serão meus novos objetivos. A certeza que tenho é que preciso me habituar novamente à minha vida. O período na faculdade não passa apenas de uma lembrança bonita. A partir de hoje, tenho uma nova frente a tomar. Novos caminhos. Novas possibilidades.

Não quero apenas que tudo isso seja apenas uma leve imaginação do que anseio. Não mesmo. Quero deixar-me suscetível a novas propostas da vida. O destino sempre foi um brincalhão comigo, porém sempre sábio, disso não hei de duvidar. Então, ando no momento visualizando o amanhã apenas como outro dia qualquer. Quando chegar o dia em que as nuvens sairão desse céu de incertezas e estranhezas, terei mais clareza para ver o que os caminhos me reservam. E será nesse dia então, que terei uma imensa e grata surpresa... [suspiro]






Aspas do autor: Esse texto é um pouco de desabafo. Os últimos meses foram sufocantes. Me foquei e dediquei tanto na elaboração do TCC que me vi absorto à quase tudo. Isso foi meio angustiante. Por isso que agora sinto um pouco mais de alívio. É claro que penso em continuar os estudos, com uma especialização, um mestrado, quiçá doutorado. Mas cada coisa a seu tempo. No momento estou livre de estudos e quero relaxar um pouco. Quem sabe teremos surpresas pela frente. Enfim. Estarei pelo blog aqui. Por enquanto, sempre. Meu carinho.

4 comentários:

  1. Cara, que bom que voltou - eu sabia que, mesmo demorando, você voltaria, sei dessa paixão e constante carinho com as palavras. Senti leveza com teu texto, claro, como se te sentisse mais leve também. A vida precisa ser assim, leve.

    Cuide-se. E seja bem-vindo de volta!

    ResponderExcluir
  2. Aí que saudade eu tava disso aqui!!!!!!!!!!
    Do teu jeito lindo de escrever,do teu coração lindo,de você que é todo lindo!

    Saudade matada!quer dizer...ainda não.
    rsrs

    ResponderExcluir
  3. Ah, como é bom ter você de volta, Alf. Senti saudades. O desabafo é importante, pra gente pensar no todo, pra recomeçar sempre e melhor.

    E eu volto. Sempre pra te ler.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. ai, não consigo nem explicar como fico feliz em ter você de volta :D
    vim aqui no seu blog, além de te acolher novamente no mundo dos blogueiros de braços abertos, procurando um pouco de calma, e acredito que como você acabei de sentir a brisa passando *0*
    E nada melhor do que um bom desabafo! :)
    seja bem vindo ALF *0*
    beijos :*

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!