11 de maio de 2013

Metamorfose

Foto: http://animais.culturamix.com



A gente muda numa muda percepção. Tão insípida que quase não dá pra absorver com total ciência. Porque é um querer que nos faz navegar nos mares internos da alma, querendo aportar em novos continentes do profundo. Porque é um desbravar que nos incita a descobrir novos territórios para se colonizar. Terras férteis, abundantes em naturalidade, tão ansiosas de serem decifradas. Encantos que se revestem de respostas, das quais tanto pelejamos em encontrar. Nem sempre faz sentido, mas as indagações, as aflições que nos movem pelas margens do nosso ser são propulsões naturais de como quem nasce esquecido de sua origem.

O olhar se aninha no mais íntimo, procurando a si, sintonizando no prumo que se aconchega na felicidade, espanando as salas empoeiradas do coração. Velejar que nos alveja com bonitezas infindas, poesias retalhadas com a abundância de quem busca verdadeiramente crescer e amar. O receptáculo da alma se preenche com as aspirações mais delicadas e (trans)forma o leito que nos acolhe, acuando os medos, vestindo nossa carapaça humana com a fibra da mudança, esperança descosturada nos mínimos detalhes, feitas para acolchoar nossa frágil pele. Mudar é uma peleja indissociável.

A gente anda de mãos dadas ao querer. Querer, numa intermitente caça ao tesouro. Desejar, numa incessante busca, pela chave a destrancar nossas áreas mais fechadas e de difícil acesso. Numa forma talvez de encontrar o seio, o selo que nos identifique, ou a palavra que responda por tudo o que cerca nossa ínfima alma. Peregrinação interna, para reacender os olhos, para incidir a chama da verdadeira compreensão com o coração. A gente quer. Entender. Ser. Depositarmo-nos por inteiro na essência da fé, na energia pulsante que se chama esperança. As rotas capitulam o que nos apetece, emparelhando o barco da alma nos diversos afluentes que existem para nos ensinar.

Navegamos até converter as paisagens antigas por novas. Metamorfoseamos para nos adequar às normas que a vida nos impõe, às naturais cobranças que surge na alma. Para nos equilibrar; para alçar voo; para alcançar a plenitude do sorriso sem tolher os sonhos mais belos que tanto se desenham no íntimo de nós. Morremos em meio a essa overdose de busca. Renascemos mais bonitos após muita luta.



Aspas do Autor: É intrínseco ao ser humano essa peregrinação pela mudança, pelo crescimento e evolução. É o ritmo natural da vida. E aproveitando o ensejo, o meu blog também mudou. A partir de hoje estou num domínio próprio (.com). Embora o antigo endereço (blogspot.com) continue redirecionando, acho mais seguro cada um, em suas listas de links ou favoritos, alterarem meu blog para o novo domínio .com. É o "Elos" adentrando em novos tempos, vestindo roupas e letras mais maduras... Aliás, esse ano já está sendo o ano mais maduro, literariamente falando... Bem, aos poucos, numa lapidação diária, o site vai tomando forma e mais mudanças ocorrerão. Ah! Uma novidade muita bonita também está próxima... Mas quando chegar a hora eu falo (risos). Abraços a todos que aqui me visitam.

12 comentários:

  1. Olá, meu amigo de alma bonita. Como é bom reler você! É bonito pensar que tudo está em eterna mudança, é algo assustador e ao mesmo tempo libertador. Gostaria de algum dia conseguir a mudança de me render a esse fato para sofrer menos por medos e apegos. Belo texto, como sempre, admiro muito sua constância, escrevendo sempre bem e com amor.

    Abraços, Clara

    ResponderExcluir
  2. Toda mudança requer um pouco de renúncias, pra poder nos fazer ressurgir um pouco mais plenos, mais inteiros.

    ResponderExcluir
  3. Oi,ALF!que saudades de vir aqui é pra mim 2013 com certeza foi o ano de mudanças mais impactantes na minha vida, mudei de cidade, de trabalho enfim de vida.E aos poucos cada um dos meus sonhos está se tornando verdade e isso não tem preço é muito bom ver que tudo o que tu plantou valeu e muito a pena que cada sacrifício feito que tudo tudo não foi em vão.
    Desculpa o sumiço,mas minha vida nova está bem corrida.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. A cada (re)nascimento, (re)descobrimos uma beleza nova.

    Belo... Muito belo...

    ResponderExcluir
  5. Oii Ale(posso lhe chamar assim?) , voce sempre me surpreende com seus textos *---*
    Pode ter certeza que tem uma grande fã , eu :)

    ResponderExcluir
  6. Oi Alexandre que texto lindo. Me fez pensar em muitas coisas. Esses dias mesmo meus pensamentos me levaram a ver que nunca conhecemos alguém por inteiro, nem mesmo nós mesmos nos conhecemos por completo, já que estamos em constante mudança. E seremos sempre nós mesmos, mas nunca os mesmos.
    Adorei seu blog, já que gosta de textos te convido a conhecer o meu cantinho

    Um super beijo

    http://venenosemacas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Você me lembrou de um texto antigo meu, o meu texto é antigo, mas o pensamento se renova e sempre o trago comigo e é exatamente isso que você escreveu de uma forma tão sábia. A eterna busca que nos move e por consequência move e muda o mundo, a insatisfação, a inquietação o querer algo a mais ou a menos, tudo isso tão inerente ao ato de ser humano.

    E como viver sem mudar? Não tem como.

    Lindo texto, adoro esse blog, é quase como ver alguns dos meus pensamentos mais confusos tomar forma e explicação.

    Beijos, Alexandre.
    www.semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Alexandre Fernandes,

    Como sempre voce dando um show nos seus textos. Mudar faz parte e se a gente não muda de uma maneira legal, a vida te mostra as mudanças nem sempre tão adocicadas.

    Mudarei seu novo endereço...e por favor não me deixe curiosa que fico doente, kkkkkk quando vai ser essa hora:??

    Beijos meu amigo Ale, foi só pra mudar um pouquinho a maneira como inicio meus humildes comentarios.
    PS: ja mudei o meu, heheheh

    ResponderExcluir
  9. Ai Alê toda mudança tem um pouco de dor e deixa saudades.
    Cabe a nós sabermos levar as melhores coisas de cada mudança que fazemos na nossa vida.
    Chorei com esse texto, me lembrou várias coisas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!, belo blog amei sucesso, Deus seja contigo, já estou te seguindo
    OBRIGADO PELA VISITA.
    Curta e participe do meu blog e fan page.
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Mudanças são necessárias e diariamente mudamos, mesmo que seja tão pequena a transformação. Não podemos nos prender a só uma face, um jeito, um sonho, uma realidade. Temos que ir além de nós próprios e nos redescobrir todos os dias.

    Teus textos são sempre inspiradores.
    Um beijo e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  12. Eu sou daquelas que acreditam que toda mudança é bem vinda.

    Tuas palavras sempre me calam, Alexandre. Nao sei se pela maestria que você rascunha as frases ou pela leveza de tudo.

    Parabéns pelo .com :) estou querendo entrar nessa vibet tsmy.

    Beijinhos

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!