30 de outubro de 2010

Minhas escolhas, minha vida




Existem momentos em que me sinto estranho diante da vida. Há sempre a confusão, o estranhamento e a sensação de que meus caminhos são um tanto distintos, e meu modo de ver, pensar e viver são muito diferenciados. Em algumas vezes me perco. Embora por mais que me deem a impressão de que isso esteja errado, não acho. Apenas sou inocente. Na mais pura definição da palavra. Sou alguém espontâneo, natural e sem disfarces. Falo o que penso e o que acho, sem me permitir afetar minha própria personalidade. O fato é que não sei detectar alguns sinais, muito menos compreendo alguns padrões que hoje perdura na sociedade.

Não me adequo bem à coisas impostas ou escolhas influenciadas. Sou bastante inocente para muitos assuntos e muito fechado para coisas íntimas. Sou alguém reservado. Mas alguém que busca incessantemente fortalecer a própria personalidade. E hoje posso garantir, com certeza absoluta, que já tenho um ideal próprio, um estilo de vida muito bem delineado, pautado em conceitos e princípios cheios de valores responsáveis. Parece muito? Mas é pouco e não suficiente. Como um ser humano, estou sempre necessitando expandir minhas ideias, os meus ideais e os meus pensamentos e, ainda, progredir minha maneira de ser.

Tem gente que não me entende. Diante de algumas coisas que faço, as pessoas ficam surpresas, indignadas ou acham graça. Quando se existe um risco por trás, as pessoas zombam, como se eu tivesse sido um potencial suicida. Fico me sentindo um idiota, mas sei que não sou. A verdade é que vivo de forma inocente, como uma criança descobrindo o mundo. Não tenho a compreensão de muitos fatos, mas guardo em mim as coisas mais corretas que a vida me ofereceu. Confesso que em muitos momentos faço besteiras mesmo. Depois que eu avalio eu percebo. Mas a verdade é que não tenho a malícia que muitos têm diante da vida, muito menos conheço certos perigos que ela oferece. A verdade é que a vida hoje não te permite fazer escolhas livres.

Não considero meu desconhecimento, nem muito certo, tampouco muito errado. Falta-me mais zelo aonde piso, com o que falo e faço é verdade. Porém, ao pautar meu caminho na minha naturalidade inocente, eu consigo manter a personalidade do meu ser e a real essência do que considero viver. A verdade é que o ser humano complicou demais a vida. Hoje em dia precisamos ponderar tudo, tomar cuidado em tudo e medir tudo o que vamos fazer. Praticamente estamos à mercê da sociedade, desse sistema que inibe a nossa verdadeira escolha, o nosso modo de caminhar. Não gosto de sentir-me assim acuado, preso ou influenciado. Caminho com um cuidado razoável, mas continuo com a minha naturalidade e espontaneidade, até onde sou capaz de ser.

O que para alguns é natural, para mim não é. Eu penso que muitos estão aderindo a ideias sem fundamento. Não me curvo às manias, nem a pensamentos coletivos ou estilos, quando as mesmas não estão dentro do meu gosto ou do que penso ser correto pra mim. Gosto de manter sempre a força no que acredito, valorizando a minha escolha, a vida que decidi pra mim. Não me curvo a uma vida moldada, influenciada ou estabelecida. Tenho minhas próprias opiniões. Não faço joguinhos ou mesmo entendo os que fazem pra mim. Gosto de objetividade. Ou é ou não é. Não digo sim tentando dizer não, nem digo não querendo dizer sim. Digo o que é; o que sinto; o que acho; e pronto. Sem códigos.

Não faço como as pessoas fazem, ou como estão acostumados a fazer. Não consigo detectar sinais quando quero. Nasci desajeitado para muitos assuntos. O amor é um deles. Sou bastante acanhado. E na minha simplicidade espontânea, dizem que cativo. Sigo minha intuição e ouço bastante os meus sonhos, o coração que pulsa lá dentro. Deus me orienta e isso me ajuda a fazer as melhores escolhas. A melhor orientação eu sigo a risca até hoje: viver da minha maneira, da forma mais natural e sincera possível, objetivando sempre o meu melhor, a minha felicidade, respaldado pela minha liberdade.

Sou inocente, mas não sou criança. Tenho uma cabeça bem centrada e amadurecida. Sei muito bem o que penso. Tenho ideias e sonhos bem à frente de mim. Reconheço os limites e sei ter paciência. Tenho erros e defeitos como todos têm. Mas tenho consciência dos meus atos e reconheço os erros. Mantenho atitudes responsáveis, e passo confiança. Sou alguém de palavra. Não há segredos em mim. A vida meu deu a escolha, eu decidi seguir esta direção. Esta que me leva ao meu bem estar e a minha satisfação, sem prejudicar ninguém. Esta escolha gera muitos sacrifícios e constatações muito dolorosas às vezes, mas nenhuma dificuldade, muito menos dor, impedirá os meus passos. Amo ser do jeito que sou e ninguém vai me tirar isso de mim.





Aspas do Autor: Eu sou assim do meu jeito, da forma que Deus me orienta e da maneira mais espontânea de ser. Sem mistério nenhum. Só peço que respeitem pelo que sou, e escolhi. (Por enquanto ainda sem internet. Mas a gente sempre arruma um jeito ao menos para postar. Dando certo faço algumas visitas). Fica aqui registrado o meu carinho por todos.

26 comentários:

  1. Ahh a vida e assim..
    Eu era assim bem proxima do seu pensar mais infelizmente ela me deu um tapa... na cara....
    Hoje vejo ela por outro angulo....
    vejo mais coisas boas..simples e detalhista....
    gosto das coias simples..e afaveis... não me iludo mais com o humano o palpavel pois isso fica....
    sempre gosto de ficar aqui nos seus textos....


    Um beijo grande a ti!

    ResponderExcluir
  2. Achei teu blog por acaso "andando" por uns blogs quaisquer, desde então sempre passo por aqui. Eu gosto do que escreve e esse texto em especial, mesmo que se refira a ti, me fez sentir como se estivesse pondo pra fora de mim a minha maneira semelhante a sua. "Falta-me mais zelo aonde piso, com o que falo e faço é verdade. ..."
    :)

    ResponderExcluir
  3. Olá meu caro ALF!eu sou um pouco assim já fui mais inocente já acreditei mais nas pessoas, hoje tenho tanto medo de confiar nelas de me machucar, de me magoar que acabo sempre ficando com um pé atrás.Mas vocÊ é o que é e tem que se orgulhar disso, não podemos nos deixar levar por essa sociedade maluca, consumista que só pensa em ter se não tem tenta parecer que tem...
    Continue sendo esse homem-menino que acredita na vida e na beleza das coisas.
    Um ótimo domingo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. ola Ale.
    que bom a vida e feita de escolha e temos livre arbitrio vivemos nesse mundo ,mas nao precisamos viver e concondar com tudo que nos impoe ,ser resevado nos dias de hoje ,centrado, dedicado e amavel é uma virtude
    Que bom ,que Deus te orienta e isso nos ajuda a fazer as melhores escolhas.
    continue sempre assim
    beijos e bom feriado

    ResponderExcluir
  5. Esse é exatamente o ALexandre que eu conheço... sem precisava ter lido o texto... O Alexandre, chato... mas, que eu adoroooo...pq acima de tudo tem personalidade... e quem tem personalidade muito forte, às vezes, é rotulado assim... mas, vc sabe que quando eu falo chato eu tô brincando...
    mas, vc bem que podia concordar comigo de vez enquanto, né?

    beijos
    E siga sempre com esses sonhos e inocência...


    Hoje é dia das bruxas... vamos, por aí pegar doces?

    ResponderExcluir
  6. E tem coisa melhor na vida do que ser humano? E ter o privilégio de sentir tantas coisas e de refletir e de viver? Acho que não.

    Saudades, Alf.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Não tem que mudar por ninguém. E muito menos deixar de lutar por outro alguém. Algumas coisas dita por você são reconhecidas na minha vida.

    ResponderExcluir
  8. Olá, essa é a minha primeira vez aqui!
    E confesso que diante de tantas coisas que se encontra na internet, esse seu espaço é uma preciosidade aos meus olhos. Gostei muito do seu texto e da maneira sincera e suave como as suas palavras caminharam até a mim. Fico feliz de saber da existência de pessoas que fazem escolhas seguindo o coração, não se importando com as influências (fúteis) externas.
    Admiro muito pessoas que agem com espontaneidade e que transmitem verdade e pureza em seus atos e palavras.
    Parabéns pelo texto.
    Mil beijos =D

    ResponderExcluir
  9. Poxa, quanta sensibilidade e verdade em seus textos. Olha, não desista de seus objetivos. Vá em frente, pois sei que Deus é contigo.
    Um beijo,
    Fé Fraga.
    Ah, postei novo texto no meu blog qd puder me visite lá.
    http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Own, mais um texto lindo e que me deixou super feliz. É incrível como tuas palavras me fazem pensar em mil coisas. Sabe, Alê, você tem uma personalidade maravilhosa, sinto isso pelo que já li por aqui e por todo o carinho que você sempre me dedicou, o qual eu sou muito grata.
    Acho linda essa sua sensibilidade, essa sua doçura, essas sua inocência. É muito difícil encontrar isso nas pessoas, hoje em dia. E você cultiva o amor com tanta dedicação... Você sempre colherá flores lindas!
    Estarei sempre torcendo pelo teu sucesso!

    Um beijo, meu amigo! Te gosto demais!

    ResponderExcluir
  11. Você é uma pessoa de sorte então, pois não é fácil remar contra a maré da sociedade e não se sentir péssimo por isso. Me identifiquei em muitos pontos com vc, também me sinto diferenciada, objetiva demais às vezes, não jogo com pessoas, digo o que quero. Só que não consegui ainda ser espontânea em todos os meus atos e fiel ao meu coração. Admiro muito você por ser do jeito que descreveu e gostaria muito de ser assim um dia. :)

    ResponderExcluir
  12. "Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você..."
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. As vezes eu fico pensando e me vejo como você. É incrivel como tudo que a gnt faz, tudo que a gnt pensa, faz com que sejamos nós mesmos.

    Como diria somos o que fizemos, o que pensamos e o que fazemos para mudar o que somos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Vim aqui hoje para pedir desculpas pela demora de te responder! Você comentou na postagem de aniversário do meu blog e eu não entrei mais lá depois daquele dia... portanto, me desculpe pela demora!

    Agradeço muito pelo comentário, e quero dizer que seu blog está muito lindo! Eu me identifico muito com as suas postagens, e esse último parágrafo resume muito do que eu sou! Você é demais!
    Beijos, até mais ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá Alexandre,

    Voce disse tudo na sua frase final: "Amo ser do jeito que sou e ninguém vai me tirar isso de mim."

    Nossa essencia não pode ser mudada por ninguém.

    Gostei muito do seu texto .

    Beijos meus

    ResponderExcluir
  16. Você é uma pessoa muito querida e especial, Alê! E é bom demais ver que você se reconhece em tantos detalhes e admira cada um deles. Aceita-se como é, mesmo com defeitos, amando suas qualidades!

    Continue assim, amigo! Encontrar o amor em si próprio é fundamental para que saibamos reconhecê-lo no outro!

    Beijo grande, amigo!

    ResponderExcluir
  17. Oii! Achei seu blog tão legal, dei uma lida em posts anteriores e gostei mesmo
    Parabéns!
    depois me visita! http://rabiscoemnuvens.blogspot.com

    bjss!

    ResponderExcluir
  18. Especial?
    Tem palavra pra definir uma pessoa que seja mais que especial?
    Ando sumida por aqui,você sumido por lá...Mais hoje venho aqui agradecer a força que me deu qnd precisei.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  19. "Não me curvo a uma vida moldada, influenciada ou estabelecida....Tenho minhas próprias opiniões.......!Gosto de objetividade..."


    Perfeito..o texto muito objetivo !

    ResponderExcluir
  20. Alf e seus textos bem escritos. Sempre!

    Também me considerava inocente. Enquanto todos já deduziam que um casal estava se formando, eu nunca achava e ainda dizia: Não, são só amigos. Todos diziam que um amigo estava traindo a namora, eu defendia: - Não, ele namora! (In)felizmente uma pessoa me fez perceber que as pessoas mentem, e muito, e desde então enxergo a vida de uma outra forma!

    E, repito, não sei como você está conseguindo ficar sem Internet.


    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Esse sentimento de se sentir um pouco gauche, de ficar pensando sobre a nossa essencia; eu tb faço isso muito.

    ResponderExcluir
  22. E eu adoro o seu jeito de ser, a sua espomtaneidade que me cativa tanto, Alexandre!
    Gosto dos defeitos (que ainda não encontrei em você) e de todas as qualidades que mal consigo enumerar, de tantas que são!
    Eu te gosto muito.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  23. E existe coisa melhor do que sermos nós? Temos sim, diferenças e é isso que alimenta esse mundo. Seria muito chato se fosse todo mundo igual.
    Eu gosto da forma como você se auto-avalia. Confesso que em mim há uma barreira, mas tento rompê-la com o passar dos dias. rs

    Meu beijo.

    ResponderExcluir
  24. Alexandre querido,

    Você finalizou bem,"amo ser do jeito que sou e ninguém vai me tirar isso de mim"... Com certeza não.
    Você mostrou sua personalidade, és forte, acertando ou errando sabe quem você é e o que quer, isso é mais importante se conhecer.

    Busco um pouco disso em mim todos os dias, e sei que um dia chego lá...

    Bjos

    ResponderExcluir
  25. É como você disse, não somos mais inocentes, o nosso tempo de criança já não nos pertence.. Contudo, é preciso crescer pra vida, saber se o que estamos ou iremos fazer nos fará bem.
    Meus parabéns pelo belíssimo texto!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  26. Ei Alê (pode te chamar assim? rs) me identifiquei muitíssimo com esse texto, escrevi um desabafo parecido há pouco tempo e acho que você deve ter lido.

    Fiquei aqui preso nas suas linhas, concordando com a cabeça e repetindo em voz alta as partes que mais me descreviam.

    Assim como você eu sou uma pessoa reservada, que poucos ou ninguém entende. Pude me ler nessas linhas, como pude te ler também.
    Talvez nem seja necessário que eu diga isso, mas você está certo em ser do jeito que é sem deixar que te mudem ou que influências de outros te atinjam, as pessoas mais centradas e verdadeiras são aquelas que pensam e agem por elas mesmas e acredito que você seja uma dessas pessoas.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!