Soneto do encanto

11/09/2010




A luz que faz cortejo no ar
O brilho presente no céu
A canção que toca sem parar
O bálsamo que encanta ao léu

O encanto cativo no jeito de ser
A paz infinda no modo de olhar
O poema mais simples de escrever
A confissão mais bela de entoar

A ternura no enlevo da flor
O afeto mais puro a se ofertar
A pintura mais simples da cor

O arroubo causado pelo mar
A força refletida no temor
A alma imersa no amar





Aspas do Autor: Um poema para não fugir da pauta. Com um encanto especial vindo do meu sentimento. Espero que gostem. Para quem não leu o conto anterior, recomendo MUITO ler. Não vai se arrepender. Meu afeto! Tudo de bom para todos!

22 comentários:

Lia Araújo disse...

Que encanto... o soneto não poderia ter um nome melhor... adoro seu otimismo.... e vc ainda gostará da nova Lia?
Vc que sumiu!

bjos meu querido...

Clara disse...

Ah, como eu amo balões e seu significado (voar e voar para o infinito!).

Esta poesia eleva a simplicidade que é onde existe a verdadeira felicidade... Muito bonita! =)

Ataniel Santos disse...

Tem dias que os encantos surgem e nos deparamos com sentimentos tão tenros, capazes de tomar o nosso ser e preencher o vazio que ficou escondido no coração... Continue escrevendo assim, pois você é capaz!
Um abraço, meu amigo!
Boa semana!

O Segredo dos Escritores disse...

olá!
tudo bom???
muito prazer,me chamo Augusto César...
gostei muito do seu blogger. show de bola!
estou lhe seguindo,me siga também???
http://osegredodosescritores.blogspot.com/

Carla Dias disse...

Alê, que lindo soneto. Adorei muito.

Tenho encontrado tanto amor por aqui, isso inspira, sabia?

Beijo grande.

Hugo de Oliveira disse...

Você encanta Alexandre...

abraços
de luz e paz

Hugo

Bandys disse...

Um encanto de soneto.
Que transmite tanta paz, tanta tranquilidade, que da pra sentir cada canção, cada brilho, cada luz.

Simples, mas lindo de viver.

A minha alma esta sempre imersa, Alexandre. Eu acredrito no amor.

Deixo beijos, flores e paz no seu ♥

Flor de Lótus disse...

Olá meu caro, Alf!O amor está no ar que essa pessoa sortuda te faça muito feliz porque tu merece.
Lindo soneto!Amor puro e verdadeiro!!
Beijosss

Cris Santos disse...

Lindo, lindo, lindo..encantante!

Bjus no coração!

Nina Vieira disse...

Você sempre encantado, encantando e encantante com suas poesias!
Meu querido, talvez (do verbo muito provavelmente) eu demore a lhe escrever uma carta. Mas ela chegará em suas mãos, tenha certeza.
Um beijo grande.

Rebeca Amaral disse...

Você brinca com as letras de um jeito... Ah, Alê, meu amigo tão querido, desculpe-me minha ausência, tenho andado em falta com tantos amigos daqui.
Esse poema está lindo. Bem típico de sua doçura!

Te adoro, moço!

Beijão!

ps: depois passo lendo o que perdi. maldita pressa! :**

Larissa disse...

Amor inspirador, como sempre!
Existe algum jeito de não se apaixonar pela sua escrita? rs.

Adorei, como sempre :)
Beijos.

Gabi disse...

flores :*

Rodolpho Padovani disse...

Ai ai, eu queria escrever poemas lindos desse jeito, rs.
Está de parabéns mais uma vez, meu amigo.
A leveza nas palavras me conduziram de uma maneira suave até o "a alma imersa no amar" e aí eu sorri.
Muito lindo mesmo.

Grande abraço!

:: Mari :: disse...

Ah Alexandre,

Como sempre hein?
Você escrevendo com uma belezura única, lindo demais. O titulo já diz tudo... encanto.

BeijÃo

Michele disse...

Querido amigo, uma poesia linda, doce e encantadora! Parabéns! :)

Depois veja lá duas fotinhos da Maria Clara! Fala se não é o bebê mais lindo do mundo! hahaha

Beijos!

Paulinha disse...

Que encantador, precisa-se de talento para escrever um soneto. Parabéns!

Deyse Batista disse...

Você é dos poucos poetas que eu conheço que ainda conseguem rimar sem cair na banalização - esse elemento foi tão perdido que me dá nó no peito. Admirável, mesmo.
Beijos :)

Jane disse...

Nossa amei!!
Estou encantada...rsrs
Amei a imagem.
Amo ver balões coloridos no ar.


bjos meu lindo.

Fátima disse...

Que encanto! apaixonante.

Ale vc é sempre muito querido com teus comentarios, grata. Te chamando de Ale..rs.

Beijo meu

Kamilla Barcelos disse...

Amei seu soneto! As palavras que você escolheu são de uma leveza encantadoras!

Maria disse...

Não poderia existir nome mais propício. Um e-n-c-a-n-t-o, Ale...

'a alma imersa no amar'.

beijos doces