20 de março de 2010

Um pedido e um segredo




O jovem garoto então foi correndo à procura do seu amigo para chamá-lo. Até que o encontrou.

- Hei você, vem cá, posso te pedir uma coisa? Se aceitar confiar-te-ei um segredo, muito especial e importante. Mas primeiro vamos nos distanciar desse barulho, desse calor, e das pessoas ao redor. Antes de te contar queria lhe propor uma coisa. Vamos VIVER muito hoje? Caminhemos por um campo, um jardim ou uma praça; vamos ficar na beira de uma praia, um rio, contemplar um lindo horizonte, você escolhe. Podemos nadar e jogar uma bolinha, tomar um refresco, um sorvete e no fim do dia assistir um cinema; vamos pedalar e correr, andar pelos campos, pelos jardins, fazer um piquenique. Que tal andar de patins, dançarmos e festejarmos? Só te peço que viva comigo tudo o que não vivemos junto antes. Vamos sorrir juntos, vamos gritar muito, se estatelar no chão e se sujar, andar de skate, vamos pular, e brincar muito...

O amigo estranhou toda essa súbita vontade e questionou:

- Por que tudo isso?
- Porque te quero do meu lado, você é meu melhor amigo e quero viver momentos felizes contigo, para guardá-los no meu coração e jamais esquecer o quanto você é importante para mim. Tudo bem? E sorriu convidativamente feliz.

O amigo ouviu atentamente e consentiu feliz. O menino agradeceu com entusiamo.

- Obrigado.
- Mas qual o segredo importante que você tem a me contar?

O menino então parou de sorrir.

- O segredo a qual eu iria lhe confiar? Bem, hoje é o meu último dia de vida, e escolhi passar ele com você. Porque você é um amigo muito especial para mim.

O outro amigo, ao saber, chorou muito, e ambos ficaram abraçados por intermitentes minutos...

Ali, então, eles viveram juntos o dia mais feliz de suas vidas. E o amigo, de verdade, nunca morreu no coração do outro amigo. E foi assim, sempre.

 
 
 
 
Aspas do autor: Embora triste, é um bonito conto a respeito da amizade e da perda. Escrevi faz um tempo e, já cheguei a postar em outro blog meu. Fiquei relendo esses dias e achei interessante republicá-lo aqui. Apesar de eu ter feito leves alterações, a mensagem e o sentido do texto continuam os mesmos. É uma historinha comovente, que se enquadra perfeitamente nesse cantinho. Podemos ser tão especial para alguém, que por deixarmos pedaços da gente, jamais morremos de fato um dia. Muita coisa supera a dor da perda. E são as lembranças boas que ficaram eternizadas. Fica aí o meu afeto. A quem vem sempre, a quem vem de passagem, a quem eu amo. À todos. Até o próximo sábado.

35 comentários:

  1. Que belo conto! Aprendi que as pessoas passam, vem e vão. Mas existem algumas, que vem e ficam eternizadas em nossos corações.
    Lendo isso, lembrei-me de alguém, que partiu, mas que me ensinou muito. A maior parte do que sou hoje devo à essa pessoa. Queria, um dia, ser lembrada também... Vou me esforçar pra isso.
    Um beijo. Repetindo, foi uma bela história.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! É muito bonito ver uma amizade assim, que apesar dele partir ainda reside no coração de outrem, dias felizes com pessoas especiais! Por isso que temos que viver o dia como se fosse o último, temos que fazê-la valer a pena!

    Parabens, pela história muito comovente! Muito linda mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Adoro textos assim, me emocionam de verdade! Amizade, palavrinha mágica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que triste... Mas, que lindo! Na verdade, acho que todos nós deveriamos viver cada dia como se fosse o último. Essa singela confissão de criança nos faz perceber o quanto a vida é efêmera e curta perto do que podemos fazer e viver.

    ResponderExcluir
  5. triste mesmo, mas belíssimo.
    pessoas especiais a gente sempre guarda.
    todos guardamos alguém que perdemos.

    ResponderExcluir
  6. verdade que é um belissimo conto! Realmente comovente e, além do mais, verdadeiro. Amizades assim não se encontram em qualquer esquina e, uma vez encontrada, difícil perder.

    Mas um "replay" merecidérrimo!

    Beijão :*

    ResponderExcluir
  7. Fico feliz que esse amigo não tenha recusado passar o dia VIVENDO com seu amigo, pois, muitas chances nos são dadas para sermos felizes ao lado de pessoas que amamos, e não aproveitamos por achar que sempre haverá TEMPO, mas nada é eterno... A Vida é tão curta para disperdiçarmos...

    ResponderExcluir
  8. Essa é a verdadeira amizade, pois mesmo depois da perda física de algum amigo, a amizade continua viva nos corações.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo,
    a perda é muito dificil, mas o que nos faz "superar" mesmo são os fatos, as recordações, momentos que nunca serão esquecidos.

    adoro você
    beijos

    ResponderExcluir
  10. É uma situação tão especial, não sei o que eu faria se fosse o amigo em questão!
    =)
    Lindo conto, esse e o passado! Obrigada pela "homenagem" e pelos comentários tão carinhosos!
    Continua republicando sim, é gostoso pra gente poder conhecer e gostoso pra você poder reler e alterar coisas antigas!
    :*

    ResponderExcluir
  11. Muito sensível e comovente.
    Os laços afetivos que amigos verdadeiros constroem durante a vida são insolúveis. São laços que vão para eternidade, são lembranças jamais esquecidas.
    Que o dia-a-dia não nos impeça de ficar perto de nossos amigos, que tenhamos tempo de aproveitá-los.

    Ale, obrigada pelo carinho lá no blog, pelas palavras sempre tão doces. Seus comentários me fazem querer escrever mais, melhorar. x)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Lindíssimo...
    Deixei rolar lágrimas de ternura ^^

    Parabéns por seus textos sempre tão cheios de sensibilidade ^^ Adoro estar aqui ^^

    Beijos

    :)

    ResponderExcluir
  13. acredto que ninguem conteria a emoção :)

    ResponderExcluir
  14. Alê, os amores são eternos. Seus corpos se vão, mas eles permanecem tatuados à nossa alma para sempre! E que bom quando encontramos um amigo assim, tão puro, tão nosso... :)

    Um beijo grande e boa semana!

    ResponderExcluir
  15. Alexandre,

    Teus contos são inspiradores e comoventes. Há uma lição de vida a cada um deles e esse, foi uma das maiores lições.
    Pessoas vão e vem, mas não é bom abrirmos mão dos poucos e bons. As lembranças dos que valeram, ficaram eternizadas dentro do nossos corações. Isso faz parte da vida. Belíssimo.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Lindo, mas confesso que fiquei bem triste ao ler o final =(


    Ahh, quero agradecer, embora bem atrasada, pela felicitação do dia das mulheres, muito obrigada =)

    ResponderExcluir
  17. Mas ele podia não ter morrido né?
    Que nem naquela propaganda de carro: hj é meu ultimo dia de vida. hj é meu ultimo dia de vida, de novo...

    ...
    =(
    tadinhos

    ResponderExcluir
  18. OI alÊ! Que bom que você gostou da idéia! =)
    Dá uma olhadinha nesse post então: http://anotheregotrip.blogspot.com/2010/03/interativos.html !

    Se quiser participar é só confirmar lá! =)!
    :*

    ResponderExcluir
  19. Lindo, simples, delicado, doce...
    Amei!
    Triste... mas, precisamos da tristeza... ela deve ser sempre bem -vinda!

    Alexandre, Obrigada novamente ( sempre, sempre) pelos comentários, eu os leio com muito carinho, e me deixa muito feliz, pq vc comenta cada post... muito obrigada mesmo! É sempre o que eu tô sentindo, e é importante saber que vc se emociona e se identifica!

    Obrigada mesmo
    Bjos Alexandre!
    Bom restinho de semana!

    ResponderExcluir
  20. Lindo e triste!!!

    As pessoas especiais ficam pra sempre gravadas no coração!!!

    Um beijo amigo, tenha um belo dia!!!

    ResponderExcluir
  21. fui a primeira aula ontem, to gostando mt..
    espero que meu animo continue a esses anos.
    mt obrigada.

    ResponderExcluir
  22. O blog ficou um tempo trancado, várias pessoas que também ganharam selinhos não conseguiram pegá-los, abri minha página apenas para amigos mais próximos, se tivesse aberto para blogosfera, obviamente teria te convidado, não sei porque você não está tendo acesso, um amigo meu também veio avisar que tentou acessar e não conseguiu, google e seus bugs, vai entender, vou tentar seguir seu blog novamente, obrigada pela visita e pelos comentários, eu adoro o Elos, ah queria saber se você tem um perfil no skoob, e poderiamos também manter contato por orkut e msn, qualquer coisa me avisa por comentário, e nunca pare de escrever Alf, você é um grande escritor *-*

    ResponderExcluir
  23. Oi alê! Já saiu o resultado lá na comunidade! Você vai sugerir para o http://marinjones.blogspot.com/ e quem vai te sugerir é o http://aquiescendo.blogspot.com/

    ;*

    ResponderExcluir
  24. Pois é, cetos amigos são dignos. Fico feliz de ter um ou outro que vale a pena na minha vida.
    Beijo beijo

    ResponderExcluir
  25. Oi, Alê!!!

    Fiz um texto com um "bonitinho" no meio, como tema! Não sei se é exatamente isso - sou meio perdida com essas coisas de blog! haha

    Um beijo, amigo!

    ResponderExcluir
  26. Fiquei confusa: seu tema será bonitinho ou o tema é "BONITINHO"? hahaha Aproveitando que eu tinha um texto engatilhado, fiz usando o "bonitinho". Se eu estiver equivocada (99,9% de chance, eu sei), manda outro aí! :P

    ..
    *

    ResponderExcluir
  27. Eu SABIA que estava toda confusa, Alê! hahaha Mas na próxima, não erro! :P

    Que bom que você gostou! Seus comentários sempre acrescentam no texto, como se fosse uma dessas "Aspas do Autor" que você costuma citar por aqui. Suas palavras foram ricas demais e soaram como a extensão da minha crônica! Adorei!

    Você é um querido!

    :)

    ResponderExcluir
  28. amigos nunca morrem!
    quem perdeu um, sabe...
    !
    é uma dor tremenda mas um dia vamos nos reecontrar, todos nos!

    ResponderExcluir
  29. Olha eu aqui rs xD
    amigos são eternos e os bons momentos tb.
    podem ser passar anos e até mesmo vidas, mas de alguma forma vamos (re)lembrar.

    beijos querido!
    bom final de semana!

    ResponderExcluir
  30. Meu querido!
    Assim que todos nos deveriamos viver, como se fosse o ultimo dia da nossa vida! Nao eh verdade! Que linda historia! Quando leio o que voce escreve, consigo ver essa sua alma transparente e limpida. Consigo ver nesse menino, voce, e imagino ser o jeitinho que voce fala.
    Lindo meu amigo, lindo!
    Beijos carinhosos
    MARY
    PS: Tambem te adoro!

    ResponderExcluir
  31. Emocionante!

    É bom que se pôde falar tudo, nada deve ter passado em branco.

    Muito bonita a história.

    Parabéns.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  32. Olá, meu caro ALF!Nossa que texto lindo, a verdade é que devemos aproveitar todos os dias da nossa vida como se fossem o último,pois não sabemos qdo isso irá realmente acontecer.
    Um ótimo findi!
    cuide-se!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  33. Faremos um sorteio no blog. Passe por lá para saber como e quando. E faca a sua inscricao para poder participar.

    Abracos

    ResponderExcluir
  34. *-----*
    nossa,que lindo,perfeito ^^
    gostei...
    beijo :*

    ResponderExcluir
  35. ola gostei muito pois assim que deveriamos viver
    Vamos mudar o verbo! Vamos amar a vida! Vamos amar as pessoas antes que elas vão embora! E eu...EU GOSTO TANTO DE VOCÊ! EU GOSTO TANTO esse e um pedacinho da mensagem do padre Fabio de Melo
    abraços leio cada comentario seu no blog da minha filha nay sao edificantes
    abraço

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!