5 de dezembro de 2009

Palavras perdidas...






Palavras de paz
com frio e calor
palavras de afeto
brilho e fervor

Palavras tão doces
colhidas na flor
palavras não ditas
perdidas no ardor

Palavras poéticas
com muito clamor
palavras perdidas
de um sonhador

Palavras escritas
sonhadas com amor
palavras perdidas
esquecidas na dor...






Aspas do autor: Depois de quase oito meses, estou de volta ao meu recanto de palavras. Resumindo, essa longa parada aconteceu porque precisei. Envolvi-me no TCC da faculdade esse semestre e achei natural me dedicar ao meu trabalho. Eu concluí, fui aprovado e só resta-me formar. Para quem não sabe, concluo a graduação em Turismo (bacharelado). Estou muito feliz por essa conquista. Essa minha volta se deve também a outras duas comemorações, não menos importantes. Dia 02 de dezembro completei quatro anos escrevendo em blog. O que não é pouco. Desses quatro anos o que aprendi não é brincadeira. Chega a ser clichê ter que novamente citar o quanto esse período foi especial e determinante para me tornar um ser humano melhor. O outro fato é que dia 06 estou ficando mais velho. Ao todo são 24 anos de muito aprendizado, porém, ainda pouco pelo que o futuro me reserva. Por fim, fico feliz em retornar à escrever no blog. Nunca escondi meu desejo de voltar. Uma nova e longa temporada me aguarda por aqui. Espero que tudo dê certo. Carinho a todos.

2 comentários:

  1. entrei aqui por acaso. e voltastes!
    bem, vou aproveitar e deixar outro parabéns aqui.
    volto com mais calma p/ler o blog!
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Bem-vindo!
    essa parada sem dúvida foi necessária.
    parabéns pela formatura, pelo niver, pelo blog ;D
    SUCESSO!

    beijos

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!