21 de março de 2009

A música do seu coração



É no silêncio da alma que se é capaz de ouvir a fascinante e encantadora música que toca no coração.


Silencie, se acalme, e se deixe dominar pelo teu mais admirável ser. Esqueça um pouco as suas preocupações, esvazie a mente, e flutue na órbita de seu universo. E então feche os olhos e inicie a caminhada. Caminhe descalço, lentamente, pelo chão fofo da terra, sinta a energia vibrante percorrer por entre cada veia sua, e por cada milímetro do corpo. Atrele-se ao movimento suave do ritmo de sua respiração. Simplesmente se concentre na apaziguante batida do seu coração e em todas as sublimes sensações inebriantes que te cercam. Fuja finalmente do real, da lancinante e massiva dor que se alastra por entre as células do tempo. Flua nesse inóspito e se sinta parte de um mundo, de uma natureza idílica e perfumada. Perpetue sua alma por entre o vento e se deixe levar pela gloriosa sensação leve de paz e satisfação. Sinta sem sentir e sem ver o sabor das estrelas e do céu, do mar e do cheiro primaveril do amor que se irradia por entre o ar. Veja a harmonia e união dessa calmaria e dessa realidade assimilada, vivida, e concentrada. Sinta!

Escute essa poesia infante e constante vinda dos raios de sol, e torne-se verso, e abrace o sorriso que se firma no horizonte. Trespasse o muro, pule e finque seus pés na lama. Percorra esse trecho e viva, e vibre, cante e se delicie. Chegue no jardim de sua alma e então finalmente se jogue no rio atemporal, e se banhe. Ganhe essa energia pacificadora e se encaminhe até as flores para sentir a mimosa fragrância espalhada por entre cada uma, e então saiba o que é o amor, o que é amizade, ou até mesmo paixão. Desbrave seus sonhos e descubra motivos e ideais para que se continue uma vida intensamente feliz. Perscrute seu interior e encontre o bosque frondoso e acalentador do seu recanto. Caia na grama fofa que se espalha por entre elas e então novamente silencie e entre nesta sala ensurdecedora e escura. Atente e se concentre bem que então chegará uma hora que finalmente escutará a música.

E então escute e preste atenção na melodia, na letra, nos versos, e no refrão. Sinta essa paz, esse bem incomum, essa sensação incomensurável de alegria e de aprazimento interior. Flutue por entre essa canção e caia no abismo da imensidão de seus desejos e de suas ilusões. Se abrace nas notas musicais e dance ao ritmo do seu coração, e nesse momento enxergue a preciosidade de seu mundo, de cada centímetro de sua alma, de cada estrela no céu. Escute e se deixe envolver por entre esse fascínio milagroso e encantador que tua sinfonia oferece. Note a luz que se ilumina por entre os bosques de sua alma, e se aromatize desse ar musical penetrante e intenso. Escute essa música que toca incessante e sublime dentro de ti, e que de forma amorosa e afetuosa se torna um dos seus maiores tesouros, de suas melhores qualidades. Escute e sinta essa beleza consagrada em seu ser, e se embale, percorrendo até o infinito dos sonhos. E nesse compassar magnífico compreenda que ela sempre estará lá, e será sempre seu maior triunfo. Pois saiba que ela o diferenciará dos outros. Essa música te torna especial. E no caminhar do dia-a-dia, nesse constante aprendizado você irá modificá-la, compô-la e deixá-la mais encantadora a cada dia, a cada momento. Sua música tenderá a se aprimorar sempre. É ela que sempre te identificará como um ser humano maravilhoso.

Mas cuide para que ela não desafine. Ela conquista todos quando tocada no ritmo certo, mas sua orquestração errada, por mais ínfima que possa parecer, pode afastar quem está perto. Siga o ritmo de sua música e não se exaspere, apenas sê paciente e deixe soar naturalmente. Também não ofereça o prazer de seu lindo som facilmente a todos que você encontra, afinal, a graça não está aí. Deixe cada um descobrir com o tempo, o tocante, apaixonante, e terno estribilho de sua alma. Deixe que cada pessoa perscrute seu interior e encontre por meios próprios um dos seus maiores tesouros. É com o tempo que descobrimos o real valor e significado de uma pessoa em nossa vida. É aos poucos que vamos descobrindo o quanto alguém é de verdade. É com essa lenta descoberta do próximo que aos poucos vamos apurando os ouvidos para que sua música se perpetue por entre os nossos ouvidos. Isso sim se torna sublime.

Torne sua música agradável.
E lembre-se sempre: sua melodia é única.





Aspas do Autor: Este texto não é inédito. Eu o publiquei em novembro de 2007 em um blog de uma amiga minha muito amada. Foi a convite dela, que no momento andava ausente do blog. O blog não existe mais, mas a minha amiga ainda escreve, agora em Letra Vermelha. Nunca o publiquei em um blog meu, apesar de considerar este um dos textos mais bonitos que já escrevi. Agora, finalmente o posto aqui, no meu recanto de pensamentos, a fim de brindar vocês com este texto maravilhoso que fala da magia bela que pode existir dentro de cada um. Não existe quem não tenha uma música tocando dentro de si. Cada um é especial; cada um de nós tem algo de bom pulsando na alma; cada um de nós tem uma linda melodia ecoando no coração; melodia essa que faz cada um se tornar especial e único. É importante acreditar em si. É importante acreditar no mundo. Se todos conseguirem escutar essa música que toca no coração, o mundo poderá ser melhor.
Meu eterno carinho a todos que me visitam. 

13 comentários:

  1. Que coisa linda mesmo! Espiritualizada, revigorante, apaziguadora..A música escolhida também, caiu como uma luva. Tu estás de parabéns. É de gente com alma sensível que o planeta precisa. Tô contigo nessa corrente.
    Um abraço fraterno *e um café.
    Beijão, boa semana.

    ResponderExcluir
  2. lindo alf *-*
    com certeza, o que diferencai cada um, é a melodia que existe dentro de nós, a qual faz com que dançamos a vida no ritmo.
    beeeijos :*

    ResponderExcluir
  3. Lindo, Alf!
    Estou precisando sair um pouca da rotina e ter um momento desses únicos, contemplar a natureza, a vida e td mais.
    Uma linda semana!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  4. obrigada (:
    não tem noção do quanto sinto falta das suas palavras aqui no blog...
    beeeijos :*

    ResponderExcluir
  5. Lindo demais o texto...
    Realmente nos faz parar e pensar...

    Beijo e mais beijos...

    ResponderExcluir
  6. Já li, no "Menina Lunar".
    Comentei.
    Gostei.

    E hoje, reli, e me fez bem.
    Musicado, inclusive.

    Beijo, Alexandre.

    ResponderExcluir
  7. Como eu sempre digo, tudo que você escreve é fascinante! Beijo amigo!!

    ResponderExcluir
  8. texto lindo, agora fico pensando que tipo de música eu sou. ^^
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu lembro desse belíssimo texto, escrito em forma de melodia...
    E, fez-me lembrar do que também escrevi para ela naquela época...

    Ô meu amigo, desculpe a ausência... É que a casa anda em reforma e isso estressa tanto... E ainda teve a semana de provas... Andei sumida, mas voltei. E sinto saudade de ler sempre algo por aqui, mas sei que estas ocupado com o fim do curso, né? Então se dedica por aí e, quando acabar, corre pra contar pra gente!

    Beijão pra tu e ei...
    Não importa se não apareço, pois de tu, eu não esqueço, viu?!

    ResponderExcluir
  10. pois é... revigorante isso! Eu diria que as vezes é difícil escutar o que está por dentro, porque deixamos que o de fora faça maior euforia. Foi importante ler isso, esquecer preocupações e lustrar o meu ouro interno!

    Precisamos disso constantemente...


    Beijos querido.. até mais!

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!