27 de dezembro de 2008

Um único obstáculo, várias oportunidades.




Ninguém aprende contando obstáculos, e sim agarrando oportunidades. Ninguém aprende a voar se não der o primeiro passo em pleno ar.


Você tem problemas? Com certeza responderá que sim. Da mesma maneira confirmará que tem muitas angústias, às vezes chora sozinho e conversa consigo mesmo. Sempre, em algum momento, sempre brota aquela dor não física, mas que aniquila nossas bases e nos fazem tremer. Dor maior não há quando nos sentimos acuados, esquecidos ou martirizados. Essa dor latente que perfura nosso interior e nos faz achar inferiores, que jamais vamos conseguir viver decentemente, ou que nossas preces não são ouvidas.

Nada pior que sentir o eco das palavras dentro de nós mesmos e percebermos o quanto silencioso é a resposta. Então parece ser a coisa mais dolorida que já sentimos, exatamente porque atinge a alma, e esvazia nossas sensações de força e abala a esperança. Mas tu achas que é o único? As vitais dúvidas que inundam nossa alma são normais. Todo ser humano tem o inerente poder de procurar se conhecer e buscar saber sobre o que o cerca. Às vezes inconscientemente. As dúvidas estimulam nossa caminhada. Ninguém cresce estando na certeza. Ninguém aprende se todos já sabem. Só quem desconhece, quem duvida, quem se permite perguntar consegue encontrar respostas e suavizar as questões que afligem o coração.

Você pelo menos uma vez na vida já se perguntou sobre si, sobre o que és, sobre como se comporta e pensa. Pelo menos uma vez na vida já se questionou porque é diferente, o que te faz ser assim, e o que fazes nesse mundo tão caótico. Diante disso não há porque se sentir estranho. Todos têm aflições parecidas. Todos se perguntam sobre si, senão as mesmas perguntas, semelhantes. Todos são iguais porque são diferentes. Todos são únicos na sua maneira de pensar, de agir e ser.

O importante é não procurar jogar a culpa no mundo e em tudo que o cerca por não ser o que tu devias ser ou por não encontrar as respostas que buscas. A vida não põe obstáculos, nós é que criamos muros e abismos na nossa frente. Nos iludimos ao inventar obstáculos e criar dificuldades para nossas limitações e nossas fraquezas. O maior e único obstáculo não é nenhuma muralha, nem o maior abismo, mas nossa própria falta de capacidade em acreditar, confiar e ter esperança em nós mesmos. O único obstáculo se encontra dentro de nós, em nossas fraquezas. A vida simplesmente nos lança oportunidades, mas jamais obstáculos. A vida nos dá escolhas, mas jamais interfere. A vida insinua, nunca mostra.

A vida nos dá a chance para podermos vencer o que nos impede de perseguir nossos sonhos, ou de arriscar buscar nossa felicidade. Ela nos ensina que não precisamos saber discernir se o caminho é certo, mas precisamos saber escolher seguir em frente. Ela nos ensina que a arriscar a buscar a felicidade é melhor do que ficar parado sem saber decidir. É por isso que o Maior obstáculo se encontra na nossa falta de coragem em dar um passo à frente. Quem não persegue não encontra; quem não busca não aprende. E estando parado não vamos a lugar nenhum.

Tu pode até chegar a tropeçar numa pedra e dizer que essa pedra foi um obstáculo que a vida lhe deu. Mas não é. Tropeços são oportunidades, talvez para podermos enxergar mais de perto a terra aonde a gente pisa; quem sabe encontrar uma pequena jóia no lugar que caímos; talvez para notarmos que precisamos aprender muito e que ainda somos falhos; ou então apenas para sabermos andar com cautela na estrada; quem sabe para perceber que é bom se arriscar a saltar num abismo.

Um obstáculo a gente vence, mas não aprendemos com ele, apenas somos capazes de seguir o que antes o obstáculo nos impedia, ao contrário de uma oportunidade, que nos dá a chance de conhecer o belo, de discernir uma lição, de encontrar uma resposta, entender nós mesmos e encontrarmos armas para vencermos o obstáculo da alma.

Há apenas um obstáculo a ser vencido: nós mesmos. E na vida o que mais existe são oportunidades para vencê-lo, para nos conhecermos, nos ajudarmos, crescermos e melhorarmos como ser humano. Só encontra essas respostas quem decide buscar. E quem busca verdadeiramente, aceita a aprender com as oportunidades. E o mais importante: aceita a viver, sem medo.



-

a você, que me faz feliz apenas por existir.





Aspas do Autor: Escrevi pensando numa menina muito especial pra mim que conheci por aqui. Não direi o nome dela, porque quero que ela descubra por si só. Além do que, em se tratando de uma mensagem de caráter mais íntimo, faço por respeitar ela, resguardando sua pessoa. É provável que saberá ser pra ela. Algo a fará intuir. É uma menina inteligente, pensa de maneira incomum pra idade, tão nova. Uma menina de coração bonito, ao qual tenho sempre prazer de ajudar com algumas poucas palavras. Beijo grande a tu.
Com este texto fecho meu ciclo de pensamentos no ano de 2008. Um ciclo que neste blog só me trouxe alegria, amizades e muitos ensinamentos. Um ano que me trouxe muita novidade, principalmente pra alma. Para o ano prevejo coisa muito boa. Será um ano decisivo na minha vida; muitas respostas encontrarei. Também terei dificuldades de estar no blog constantemente, e de fazer visitas, devido a fase final da minha faculdade de Turismo. É o ano em que me formo e estarei envolvido em diversas tarefas. Mas é somente por esse período.
E mais uma coisa, por estar viajando nos próximos dias à Brasília, para passar férias, visitar amigos e parentes, estarei entrando de férias do Blog. Volto em fevereiro por aqui, se Deus permitir. Deixo meu carinho e afeto, além do desejo de um 2009 repleto de muitas alegrias para todos meus amigos. Grande abraço a todos que docemente me visitam e florescem meu coração. Até breve.

22 comentários:

  1. Aleeeeeeeeeeeeeee ='(

    senti isso pra mim!!
    poxa.. obrigada mesmo.. eu nem sei o que dizer.. vc não sabe o conforto que me passou
    realmente, essa dor não física tá forte, tá doendo muito mesmo.. sei q tenho que erguer a cabeça e seguir, mas sabe quando a gnt não consegue? Qndo tudo conspira pra vc se manter desse jeito? De se sentir um lixo? Acho q nem lixo mais me sinto, acho que consigo ser pior do que isso... se não existe algo pior do que lixo, eu me crio, sou a primeira espécie.. ou coisa

    fico feliz por vc ter falado do abismo... me lembro bm de como me senti qndo escrevi no meu blog que talvez devesse saltar do abismo.. vc me mostrou por aqui uma resposta para uma pergunta interna que eu criei logo qndo resolvi sair do meu quarto, hoje pela manhã... não dormi novamente, chorei como na noite passada.. estava cansada.. vim pro pc e vi q vc havia atualizado, logo nas primeiras linhas, vi q era pra mim. Muito obrigada!!
    Sério. Apesar da distancia, de nos conhecermos a pouco tempo e, ainda assim pelo blog, vc me passa muita confiancia e mesmo sem que percebesse, foi capaz de me ajduar a sanar essa dor. Você me mostrou o caminho e me sinto mais forte para seguir, me revitalizou.. obrigada mesmo!!

    te adoro
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Aaaahhh sinceramente eu tento todos os dias "vencer" esse obstaculo..
    Bjão e feliz 2009

    ResponderExcluir
  3. Amigo Alf, você é tão profundo e ponderado em suas reflexões que parece ter bem mais do que os seus 23 anos.
    Mas a sensibilidade para as questões da existência não tem idade, não é mesmo? Provavelmente, muita gente vai se identificar com seus escritos. Como eu.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Eita! Que belo texto, menino!
    Vc tem razão: um dos grandes obstáculos que temos somos nós mesmos!
    Olha, um 2009 cheiinho da realização dos seus desejos, viu? E que haja sempre muito amor, muita saúde e muita paz!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. E quando chega uma hora em que nem questionamos mais? Deixamos por assim dizer, a vida que decida!

    Boa viagem pra tu, e obrigada sempre pelas palavras carinhosas.

    Que 2009 seja do tamanho dos seus sonhos!

    ResponderExcluir
  6. É sim! A vida nos dá oportunidades e depende de nós agarramos ou não. Seguirmos ou não. E claro, sem medo de enfrentar qualquer coisa, fica mais fácil escolher seguir os sonhos, a vontades e os objetivos...


    Boa viagem!
    E Beijos
    E que esse ano seja maravilhoso para todos nós!

    ResponderExcluir
  7. "A vida insinua, nunca mostra".
    Adorei, brilhante. Tu já se faz diferente na minha óptica.
    Aceita um café?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Pois é. Ontem mesmo eu estava pensando nisso, as vezes tantas coisas ruins acontecem com a gente, mais no fim, lá na frente, quando olhamos para tras, vemos que milhares de coisas ótimas aconteceram por causa daquela coisa ruim que aconteceu.
    Nossa, eu visitando os outros blogs, todo mundo dizendo que 2009 não seria um ano bom e etc... Acho que você é o primeiro que concorda comigo, que 2009 vem com tudo, e que vai ser uma ano de muitas respostas e descobertas. Pra mim, um ano de transformação tbm.
    Bom, um ótimo 2009 pr você alf (:
    beijos :*

    ResponderExcluir
  9. ALF,
    tenho andado meio afastado da internet, por motivos variados, mas aproveitei o domingo para atualizar aquí os textos perdidos. Todos tão lindos! Tantas mensagens, tantas lições! Flores nascendo, como amizades especiais, fito a Leila. O amor sugerido para presente, tão indispensável, quanto, muitas vezes, impensável em meio ao consumismo desvairado.
    E agora, esta lição de vida, de superação de obstáculos, de não perder as oportunidades todas que a vida nos coloca ao alcance da mão... parabéns, amigo! Você se supera! Sua sabedoruia vai além do esperado para um "garoto" da sua idade! Sinto-me honrado em participar do seu circulo de amizades.
    Que todas as cores e todas as luzes deste novo ano se transmutem em alegrias e realizações em sua vida.
    Um grande e afetuoso abraço.

    ResponderExcluir
  10. Um feliz 2009 maravilhoso pra tu ALF. Que continue a escrever coisas belas! E que lindas tuas palavras dedicadas a guria aí, ela deve ser mesmo merecedora.

    Abraço e volta a escrever. =)

    ResponderExcluir
  11. é a primeira vez que venho aqui. Muito bom o seu blog.

    ResponderExcluir
  12. Meu querido,

    tornei-me uma pessoa totalmente ausente do mundo dos blogs, não por vontade própria, mas porque outras coisas exigem todo o meu tempo e concentração neste momento.

    Tenho saudadessssssssssss de todos os "amigos", mas se tudo correr como espero, dentro de alguns meses terei mais tempo para respirar!
    (Só não sei se ainda escrevo algo que preste, ehehe)!

    Obrigado por não me esqueceres.

    Um beijo enorme.

    ResponderExcluir
  13. Pra variar lindo né?
    Ow,tem Meme pra vc lá no meu canto!
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. ALF, BELA HOMENAGEM.SEUS PENSAMENTOSD SAO CRISTALINOS COMO VC.ÖPARABÉNS.BEIJOS E DIAS FELIZES

    ResponderExcluir
  15. Meu irmão, que belo texto. Com certeza se tornou uma grande inspiração para essa guria que tu conheceu. Ela vai, sim, ver o mundo e enfrentá-lo da melhor forma possível.

    Grande abraço!!!


    Marcos Seiter

    ResponderExcluir
  16. Perfeito teu blog! As imagens, as palavras, as fontes usadas! Tudo divino. Parabéns.

    ResponderExcluir
  17. Oi Alf, espero venha com mil estórias e poemas da viagem para contar.

    Smack!

    ResponderExcluir
  18. Amigo linda,qnd vc voltar pra teu cantinho,da uma passada no meu e busca um selinho que é teu(Rs até rimou!)
    Bjos

    ResponderExcluir
  19. pois é amigo... boas férias e que esse ano seja O ano!
    beijocasssssssssssssss elevadas a mil!

    ResponderExcluir
  20. Adorei seu Blog! Me guiou para um caminho que até então estava ignorando. Obrigado.

    ResponderExcluir
  21. Aaaaaalf
    por onde anda? sumido!
    tem selo pra você no meu blog (:
    beeeeijos

    ResponderExcluir

O compartilhar de emoções nos ensina bastante coisa. As palavras, aquelas extraídas do coração são regalos plenos de um real sentimento. E isto encanta. A forma verdadeira de se entregar nas ideias e a intensa maneira de expressar o sentir lá de dentro, é uma arte de profunda beleza. Desperte o seu sentimento aqui, e não hesite em demonstrar o que pensas, o que achas, o que sentes e o que amas. Sinta a leitura e me encontre nas palavras. Opine e eu te encontrarei. Esta troca é o que nos ajuda a conhecermos e aprender melhor, sobre a vida, sobre o ser humano e sobre as diferenças. Eu serei profundamente grato. Obrigado!