Melodia pura

19 de março de 2011




É uma pureza desmedida, transbordada num tilintar íntimo dos corações. Dá para sentir no ar a essência tremeluzindo como uma luz irradiando a escuridão. É apenas doce, suavizado em momentos ternos, incapazes de serem descritos, muito menos compreendidos. É volúpia de inverso deitadas no verso da ternura branda do querer, que penetra delicadamente, aflorando no peito sonhos de verão, regalos de vida na totalidade das emoções. É uma sensação cristalizada no finito alcance dos olhos, amansada no alcance infinito do coração.

É possível nem mesmo notar e ainda assim sentir. É um mistério tão imenso quanto o universo e tão brilhante quanto a luz das estrelas. É como uma pluma a sobrevoar campos floridos, arrebatando a essência pura imersa no ar, para pousar sensibilidade somente por estar. É um afago delicado, presente na meiguice de um sorriso. É um sonho roubado para ser vivido. É um misto de calmaria e ansiedade; uma intensa magia que sustenta os sonhos mais afetuosos e alicerça os pedaços do âmago da alma. É um vento brando que acalenta a pele, que acolhe o calor das brisas e repousa calidamente no mais íntimo, sem pedir licença.

A exuberância das sensações alimenta a chama mais tenra presente no coração, realinha a órbita do universo interior e concede esperança onde só tinha dor. É uma implosão de amabilidade, adornada com pérolas translúcidas de indelével querer. Vive no querer intenso, dentro de uma maresia enigmática, e de cores indecifráveis. Enfeita-se na inocência, distante do mais torpe teor. É uma presença que dorme nas franjas do carinho e reflete no espelho dos olhos, que permite perpetuar-se na aurora dos horizontes, dispersando fragmentos amorosos por todos os pedaços do ar.

É um enlace de paixão, uma força tenaz, capaz de colocar as pétalas despetaladas no lugar. É um afã incontrolável, vívido numa mansidão calma incompreensível, transparecida em uma incólume sensação de prazer. É uma sensação que vem para infindar delicadeza e afabilidade no peito, e tremeluzir o brilho incessante de uma candura imensurável de contentamento. É um afeto explícito, coberto com uma viçosa nuvem de aconchego. É tudo e ao mesmo tempo nada. É inteiro, mas não tem medida definida. Tem a dimensão que nós queremos que tenha.

É sinfonia entoada nas tardes de primavera. É canção que não tem letra, mas toca. Não se vê, apenas sente. É amor, melodia pura a ecoar.

 
 
 
Aspas do Autor: É bom sempre falar um pouco de amor, para ver se os dias ficam mais leves e agradáveis. Não ando tão bem, e isso me conforta um pouco. Desejo muito amor para todos. Uma ótima semana!

16 comentários:

Flor de Lótus disse...

Oi,Alf!Acho uqe estamos na mesma fase, eu ando falando muito de amor também, acho uqe o amor faz bem para o corpo e para alma,apesar de não estar nos meus melhores momentos..O amor deixa as coisas mais ternas e suaves.
Um ótimo fim de semana!
Beijosss

Caroline Araújo disse...

O texto ficou tão lindo.
As suas palavras fincaram-se com suavidade em cada suspirar que me escapou em quanto lia tamanha beleza, enquanto admirava o resplandecer doce de uma transliteração tão límpida e suave.
O modo como cada frase ajustou-se em tamanho único, abraçando com o próprio amor quem lê o seu texto é belíssimo.
Peço-te desculpas pelo meu período de ausência por aqui, senti falta de comentar sobre as suas palavras; Mas o estudo tem roubado todo o meu tempo. Mas vir aqui é sempre ótimo!
Grande beijo querido.
Fique com Deus.

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

ola Ale falar de amor muito bom.mas nao sei o porque as pessoas tem tanta dificuldade de amar .
um dia diz que ama e no outro nem quer saber ,nao entendo
mas espero que fique bem ame intensamente sempre.
bjim

Bandys disse...

Oi Alexandre,
Au adoro falar de amor. adoro ler sobre o amor. O alimento da minha alma são esses fragmentos de luz com cheiro de petalas.
Lindo o seu escrito. O sorriso é um sonho roubado para ser vivido. Lindo demais.
Deixo então pra vc o que o poeta narrou tão deliciosamente:

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.(Vinicius de Moraes)

Beijos meus

Clara disse...

É mesmo muito tenaz a força do amor, capaz de tantas coisas, quase impossivel de ser descrita. O amor é o que faz de nós diferentes de tudo o que há no mundo, Deus nos fez humanos com o propósito de amar...

Desejo melhoras e muito amor também pra iluminar sua existência!

ana poeta. disse...

Alf.

Falar de amor é algo imensurável. Acredito q se eu pudesse transformar tua prosa em poesia, teria infindos poemas, pois o teu sentimento aflorou tantas sensações q é impossivel não sensibilizar-se c tanta emoção. Parabéns! Poderia dizer q um dos trechos q mais me tocou foi:"...é volúpia de inverso no verso da ternura branda do querer..." se há uma palavra pra definir tua prosapoema seria: Belissimo.

Beijos Poéticos.
;***

Alien disse...

O amor é algo tão sublime que não é possível determinar um padrão. É uma mescla tão consolidada e ao mesmo tempo tão frágil que analisá-lo nos deixa tontos e não podemos fazer mais nada se não apenas senti-lo!

Ale, obrigada, boa semana pra tu também, e espero já esteja refeito depois dessa maravilhosa lufada poética.

Refaça-se e fique bem.
Beijo no coração.

Michele disse...

Se você "sem estar tão bem" fala de amor com tanta intensidade, nem quero imaginar como será quando estiver inspirado! rss

Disse tudo, Alê! Você retratou o amor de maneira simples, singela, cheia de veracidade e com muita delicadeza!

Falou como quem realmente conhece do assunto retratado! Lindamente...

Um beijo, amigo querido!

Monique Premazzi disse...

Falar de amor parece que alivia, deixa tudo melhor e você acaba o texto com um sorriso no rosto.
Linda a forma que você descreveu esse sentimento que é tão complicado e tão fácil, me fez suspirar.

Tem um meme pra você aqui: http://secretsofalittlegirl.blogspot.com/2011/03/meme-2.html :D

Fique bem, estamos aqui com você, viu? Se cuida, uma ótima semana s2

Flor de Lótus disse...

Oi,Alf!Passando para te dar um beijo e nunca canses de falar do amor ele é sempre muito necessário em nossas vidas.
Beijosss

Poemas e Cotidiano disse...

Meu querido Alf!
Que lindo esse post. Aqueceu meu coracao.
Como sempre suas palavras sao tao verdadeiras, inteiras, perceptiveis, encantadoras. O amor simplesmente grita em seu coracao.
Por isso voce escreve assim, com tanta veracidade e perfeicao!

Um beijo carinhoso
Mary

Loba disse...

Amor pode tb ser contagiante, portanto falar dele, nele é sempre muito bom.
***
Tudo bem, garoto? Depois de um longo tempo, estou de volta. Será que ainda se lembra de mim? rs...
Beijocas

:: Mari :: disse...

Alexandre,

Lendo este texto, divino, fiquei a imaginar porque será que para muitas pessoas é tão dificil amar?
Um sentimento tão nobre e lindo, é triste quem não sabe vive-lo.

Parabéns pelas palavras, tocaram-me profundamente.

Bjos

Kamilla Barcelos disse...

Tô precisando de amor para ver se dou uma colorida na minha vida, porque está tensa!

Rebeca Amaral disse...

Esse texto soou com uma música pra mim. Fui sentindo aos poucos, descobrindo cada sentimento por trás das tuas palavras, e quando vi minha alma já dançava entre as lembranças que me foram despertadas. Sublime.
Você sabe como nos deixar assim, sorrindo por dentro.

Desculpe a demora pra vir te ver, mas a correria tá grande! Cê entende, né?

Um beijo, querido amigo!

Essência e Palavras disse...

Perfeita melodia! Sinfonia!
Gostei muito!